terça-feira, 27 de setembro de 2011

Dias sem cor

Ultimamente os dias estão sem cor. Por mais que eu tente não consigo pinta-los. E isso não tem nada haver com a chuva que cai lá fora. O barulho dela é a única coisa que ainda me faz bem. Tem algum vazio dentro de mim que não para de doer. O sorriso sumiu do meu rosto. Vontade de me deixar levar, sem destino certo. Ser feito pássaro que se põe a voar. Livre! Minhas aquarelas não me servem mais, tento pintar alguma coisa só que nada surgi na tela. Ela continua branca. Sinto meu coração apertado, tenho o gosto das lagrimas que insistem em não cair e das palavras presas na garganta Fora isso tenho alguns tantos pontos de interrogação que rodeiam pela minha mente, incógnitas. Me encontro sentada, com olhos marejados sem certeza de nada, a única que ainda me sobra é a de que dói. E não é pouco. Chega a ser irônico em dias cinzentos por dentro, nem as horas gostam de passar. Não ouço mais as badaladas no relógio.

14 comentários:

Daiana Fernandes disse...

Imagino como se sente... As lágrimas querem sair, as palavras também. O coração quer ficar quieto, e queremos razões, definições, "porquê's". E por maior que seja o esforço,apenas, continua doendo...Por que esse momento é próprio, é seu. Ouça o coração, ele deve estar tentando reivindicar algo.
E agora pode não parecer, mas a dor vai passar...sabe, é que o tempo, às vezes gosta de relembrar a vida que ela depende dele.

"Ela continua branca."
Não desanime, dizem que o branco é a junção de todas as cores do espectro de cores.

bjs

Eloah disse...

Querida, na vida temos os dias brilhantes e coloridos e os dias cinzentos, e é este movimento que equilibra o coração.Dar tempo ao tempo é permitir-se no silêncio a obter respostas e a curar tristezas.
Logo a vida voltará a encantar.Lindo texto!Bjs no coração Eloah

Cris . disse...

Nossa senti a angustia das palavras, muito bom mesmo, você passou exatamente a emoção contidas nos teus versos.

Dói e doi muito e dessa vez doeu bonito.

Abraço meu .

Isia Pereira disse...

Olá... Amei seu blog ^^
Pude sentir os sentimentos de cada palavra sua, como se tivesse me descrevendo.

Beijossss

Leontyna Santos disse...

E por incrível que parece me sinto exatamente assim. Dias sem cores, sem sorrisos, sem felicidade. Já não suporto mais tanta mesmice!
Muito lindo (:
Beijos*:

faby disse...

Conseguiu descrever exatamente como me sinto.
Uma certeza de nada,uma vontade de ir nem sei onde e uma dor terrível
:( perfeito para meu momento...
bjos flor

faby disse...

Conseguiu descrever exatamente como me sinto.
Uma certeza de nada,uma vontade de ir nem sei onde e uma dor terrível
:( perfeito para meu momento...
bjos flor

Karine Borges disse...

Gosto de que escreve o que sente, o fala do que é sentir... Já me senti assim, mas os dias voltaram a se colorir...
To seguindo...
Bjuz

! Marcelo Cândido ! disse...

O dia sem cor parece sem graça, falta o sal e sua pitada, a colher adocicada, enfim...

JANE disse...

texto triste mas bonito :)

Vanessa disse...

Obrigada pela visita lá no blog e por seguir. Volte lá sempre que quiser!
Adorei aqui também. Estou te seguindo :)

Retrato em Branco e Preto disse...

Estou meio perdida também e, com tantas cores, não sei muito bem o que pintar.

Um beijo!

Aryanne SM disse...

Meus dias estão assim também..amei.

S'M disse...

são terríveis os dias sem cor!
assim como toda a tristeza que eles trazem consigo...