sexta-feira, 16 de maio de 2008

Continuação da história, Pietro & Clara.

A letra não era estranha, era a mesma do bilhete da sorveteria. Ela começou a passar os olhos pelas palavras essas que uma a uma foi tocando seu coração.

“Amada Clara,

Amada sim, por esses três meses que passamos juntos em nenhum momento consegui pronunciar essa palavra (e nem outras tantas que tanto queria dizer..). Por mais que meu coração estivesse transbordando. Mas na hora que as palavras iam sair eu ficava mudo.Só que hoje é diferente, senti uma necessidade de dá um basta nisso e resolvi que iria buscar uma forma de conseguir te falar tudo que tenho no meu coração. Sei bem que pessoalmente seria tentar em vão, pois quando olhasse pra você, visse seu lindo sorriso que me faz entrar em outra dimensão as palavras mais uma vez me faltariam! Tive a idéia de pegar um papel, uma caneta e passar tudo que sinto para os tais e acho que está dando certo..
Sobre a caixinha de veludo que a uma hora dessas com certeza você já abriu! (nunca conheci uma pessoa mais curiosa. rs*) Um dia quando estava na casa da minha avó ela me entregou dizendo que foi um presente do meu avó pra ela quando eles ainda namoravam, eu fiquei meio sem entender porque ela estava me contando aquilo, só que deixei ela continuar e ela colocando aquilo na minha mão me disse: “O mundo de hoje está de cabeça pra baixo, ninguém sabe realmente o significado da palavra eu te amo, muitos usam o eu te amo como um bom dia e esses mesmos trocam de namorada(o) como se troca de roupa. O amor perdeu o encanto, o verdadeiro encanto. Mas eu sei, eu sinto que você meu querido neto vai encontrar um dia uma moça que seja digna do seu amor e para essa quero que lhe entregue isso” Ela fechou minha mão antes mesmo que eu tivesse a chance de dizer que não poderia levar aquilo ela disse, agora é seu.
Creio que minha vó previu que eu iria encontrar a pessoa digna dos meus sentimentos aquela que desde que entrou na minha vida começou a fazer essa ter um real sentido, que deu luz e brilho aos meus dias mais escuros e que sempre esteve do meu lado com as melhores palavras. Essa que por algumas vezes não me apoiou nas minhas idéias, mesmo eu no momento ficando chateado sem entender o por que, sendo que só depois eu percebia que você não me apoiou porque essas idéias não eram certas. Ensinou-me muita coisa, cresci com você, alias posso dizer que crescemos juntos! Para muitos três meses pode parecer nada, mas para nós que soubemos aproveitar cada dia como se fosse o ultimo é muito.. Mesmo assim não é nem metade da vida que quero passar ao seu lado. Não se esqueça você me prometeu que íamos ver nossos netos correndo no campo!
Eu te amo, minha menina mulher, meu primeiro amor..Pra sempre, por essas e todas as outras vidas!Perdoe-me por nunca ter te falado isso, com palavras.. Eu vi muitas vezes o seu “eu te amo” através do seu olhar e sei bem que você também viu o meu.
Eii.. agora que você terminou de ler tenho um pedido, olha pra mim e sorria, com o seu sorriso inocente, o mais puro que eu já vi!
Beijos, Pietro. ”


Passou a mão no rosto para limpar as lágrimas que escorriam, olhou para a lua que continuava sorrindo e disse: “Eu sabia que você me amava, você tinha razão eu via o seu “eu te amo”, quando no silencio nossos olhos se cruzavam, nunca precisamos de nenhuma palavra, o silencio já dizia tudo! Eu te amo Pietro, por essa e todas as outras vidas..”
Ela pegou a caixinha de veludo vermelha. Abrindo-a viu um lindo colar com um pingente de coração delicado, pegando-o nas mãos pode perceber que ele abria, e para sua surpresa tinha em cada metade do coração uma foto dela e uma dele.. Sendo assim quando o coração se fecha eles estariam pra sempre unidos. Coloco-o no pescoço, guardou o envelope e a caixa agora vazia, então seguiu andando, não mais com lágrimas no rosto mas sim com um sorriso de felicidade.
Agora se um dia alguém lhe perguntar se ela foi feliz e amou ela responderá com todas as letras: “Amei e fui amada, conheci o que muitos não conhecem o verdadeiro amor.”

Pietro iria entregar o envelope e a caixinha para Clara no dia dezesseis quando eles iam completar três meses de namoro.

& hojê são dezesseis né?

22 comentários:

Vinícius Aguiar disse...

Parabéns pelo texto, emocionante e cheio de sentimentos. Estou visitando seu blog pela primeira vez e gostei muito do que vi. Vou te linkar ok?

Beijos!

Soraia Alves disse...

Vc é boa sabia?!

beijooos!

•Cah disse...

Aaaaaaaaaa que lindaaaaa
voce inventou???
isso aconteceu te verdade?!
AIII ARREPIEIII

merece um link!!!
amei ameiii a história!

Laysla Fontes. disse...

Gostei muito do seu cantinho!

Volto pra ler com mais calma, okay?!

Ah, li o seu perfil e me identifiquei com o texto que escreveu sobre você mesma. Sagitariana e tudo! Eu poderia escrever o mesmo (ou quase)! :)

Beijos, e eu volto mesmo!

Mary West disse...

Ain menina, faz isso naum. Ó minha maquiagem!! Q texto lindo lindo e emocionante, vc se quiser pode ser uma boua romancista viu?

Puxa...Q pena mesmo, ao menos como a personagem concorda, ela um dia foi amada.


/me chorando litrus.

Michele disse...

Oi, Nanita!

Vim agradecer sua visita e conhecer seu cantinho também!

Passei um tempo lendo seus textos e gostei muito da forma como escreve. Cheia de sentimento, sutilezas, intensidade!

Voltarei aqui mais vezes, viu? :)

Beijo, beijo!

Aline Romero disse...

Nossa... Adoro esses silencios que dizem tudo! Principalmente quando depois de um tempo o silencio é substituído, mesmo que seja por um bilhete...
Lindo, lindo! Amei seu espaço, de verdade...
Posso te linkar?
Abraços!

Paulo Leopoldino disse...

é hoje é dia dezesseis sim, da mesma forma que amanhã é dezessete, um dia que sempre foi especial pra mim, mas que perdeu um pouco do seu significa.
eu digo muitas coisas em silêncio, deixo transparecer no olhar, creio que assim evitamos mal entendidos, mas não é todo mundo que consegue ver e entender isso.
pq vc fez isso comigo menita?? fez eu chorar aqui e querer viver novamente essas emoções. e agora, o que eu faço? "(


beiiijoo
;**

•Cah disse...

Aaaaaaa quanta criatividade

eu quero um tantão de criatividade também!
haahhahahahah

SIM EU SEI O QUANTO É BOM INOVAR AINDA MAIS NO NAMORO, estou passando por uma mudança e falou constantemente no meu blog dessa tal mudança!

em questão a lugares cheios, antes eu achava que era fobia, mas hoje eu sei que é falta de privacidade.. hahaha tanta gente eu fico perdida, perco os movimentos

Eduardo disse...

Nossa ki tenso esse texto =x
mtu bom mesmo tinha q ser da minha tia neh? :D huhuhuuh
isso ae titia continua mandando bem assim
q tu tem futuro nisso!
te adorooo e qquer coisa pode contar cmg
;*** bju do sobrinho

raai. disse...

é teu?
ou é veridico?
:x

mas emocionou muito
;*

Patrícia disse...

Vim retribuir a visita e adorei tudo que vi!
Que blog encantador...
Textos emocionantes, cheios de sentimentos!
Obrigada pela visita ao meu Doce Cantinho, seja sempre bem vinda...
Beijos doces

Gabri Ela ♥ disse...

- Minha queerida :)
viu?
eu tinha certeza que você ia fazer valer a pena a espera.
simplesmente o máximo :D
a história é fascinante e o final é lindo.
Digno mesmo de um amor verdadeiro.
olha, vou viajar hoje... então vou ficar até segunda sem postar e sem te visitar também :/
mas quando voltar quero ver mais textos aqui tá?
até mesmo pra compensar a falta que eles vão fazer no meu final de semana.
Beeijo linda :*

A n i n h a a disse...

aahh
hoje é dia 16 :~

pelo amor, que coisa triiste. Não quero nem ficar pensando muito, senão fico pior. haushahsha.

Adoreii a história, tá uma gracinha.
mesmo sendo triste à beça.
Já disse que eu adoro o nome "Clara"?
;**

Hag ;) disse...

Noossa! Continue fazendo mais textos. Emocionante mesmo ^^

// bubble ; disse...

Muito boa a história guria,
tu tem talento.

:*

Emely disse...

Linda Historia apesar de triste.
Me remete ao que li um dia...
...Juntos ate a Morte nos Una Novamente!

=) Bom fds

Mari Vianna disse...

Adorei o teeeexto
muitoo lindo MESMO *-*

amei o blog, de verdade!

um beeijo!

Marina veras disse...

ai qe lindo amiga! :}

amei o texto , amo-te
(L)
by mari ;]

★. Marii .★ disse...

3 meses jah eh um bom tempo :D:D:D
adoreii, adorei, adorei.
às vezes, palavras nem dizem tudo... no meu caso, pelo menos
gestos são legais e emocionantes ;~~

beeeijoo

su ellen. disse...

- nossa, lindo demais :)
mas quero ler o começo, onde está?
vou linkar você ...
adorei³ aqui, desde o post, ao Layout, música de fundo, as fotos =D
beeijo querida :*

escreva mais, escreva sempre! ;]

jully_anne disse...

pois ehhh...sempre gostei de metades da laranja
haha

nosssaaa adorei seu blog
escreve mto bem prosa viu?
vou te linkar tah?
soh assim te visito mais vezes
=)

beijos!