sexta-feira, 23 de maio de 2008

Um senhor,

deveria ter não mais do que seus sessenta anos mesmo aparentando um pouco mais, só que tem que se descontar o fato de que a vida dura acrescenta mais idade na aparência das pessoas então continuo com os sessenta anos que lhe dei anteriormente. Foi uma das tantas cenas que eu não queria ver, quando nos fechamos a porta para o mundo exterior e fazemos questão de só vê o que está ao nosso redor tudo parece mais fácil, menos dolorido, só que as vezes a verdade bate dura e crua na sua frente e foi isso que se passou, vi aquele senhor vasculhando as lixeiras como um cão sem abrigo, sem dono, sem carinho, revirando o lixo, ouviu bem? REVIRANDO O LIXO. Aquela imagem entrou pelos meus olhos e foi contorcendo tudo dentro de mim, verdade crua e nua. E o que me entristece mais é que por aí existe muitos e muitos desses não só o velho senhor mas também crianças, mães, jovens, no mesmo estado de miséria. Não consigo entender como para alguns isso já virou aquela coisa normal, mas pra mim não é e nunca vai ser.. deve ser por isso que toda vez que me deparo com algo parecido lágrimas rolam dos meus olhos, mas se algum dia me vê chorando por algo do tipo não se engane não são só os meus olhos que choram minha alma também. I N D I G I N A Ç Ã O.


Mudando o rumo da historia, ontem feriado acabei assistindo o Melhor amigo da noiva pra quem quiser ri, esse é um bom filme e o melhor de tudo que ainda tem uma pequena pitada de romance :} Mas um que eu recomendo. Falando em recomendações eu ganhei um selo da – Camila.


Obrigada, obrigada flor :*

22 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Delicado mesmo a gente ver um ser humano sob a marca do degrado. Você é sensível e por isso chora e por isso sente a indignação que é pertinente.
Cadinho RoCo

♥ Camila disse...

hahaha dinadinha linda!!!
E AII EU TAMBÉM FICO INDIGNADA COM ESSA DESIGUALDADE.. E ANTES FOSSE SÓ REVIRAR O LIXO! MAS E A PROSTITUIÇÃO?! E AS DROGAS?!?!?!

ISSO É MUITO TRISTE... =´[

beijoooo
=]

Idylla disse...

Eh muito triste msmo essa realidade q vivemos....eu tb qnd vejo me sinto igual a vc a minha alma chora!!! keria poder da um jeito em tudo mas n posso, esse o mundo em q VIVEMOS!!!
beijos =**

su ellen. disse...

- ah, cenas como essas são muito tristes mesmo :/ no Centro do Rio de Janeiro essas cenas são extremamente comuns! a miséria é ensurdecedora. mas muita³ gente de fato não se importa, as pessoas tem grande preconceito em relação a todos eles. alguns até tem seus motivos, não sei, acho tudo isso muito complicado. em todo caso, ótimo texto! espero que cause uma grande conscientização por parte dos demais :) e vou procurar assistir o filme. gostei do nome ;P beeijo querida :*

Wrong'Em Boyo disse...

Triste, triste mesmo.
A gente se acostuma nessa posição - tão confortável - de não fazer nada por essas pessoas, por essa sociedade tão individualista,
tão desigual...

A vida é injusta demais, mas as pessoas são comodistas demais também.

Obrigada pela visita,
volte sempre ;D

Soraia Alves disse...

Realmente é sempre dolorso quando vemos cenas como essa...
A gente tem memória curta (para aquilo que queremos), e sempre que vemos uma cena assim, caímos na real né?!
Isso sempre acontece comigo quando vou pra Sp...akele lugar mexe demais comigo!

Ahhh...sobre seu comentario no meu blog Nanita, queria esclarescer que as vezes eu tb tomo meu vinho tinto doce...que é mto bom! Mas quis flar mesmo das pessoas 'sem-noção' que bebem demasiadamente muito...além daqueles que 'acham bunito' passar por ridiculo!

Beijoooooos

Ariana disse...

Parabéns pelo selo!
Foi merecido!

Beijo*

Nadja Reis disse...

Belo texto!Eu também não me conformo com essas coisas,mas repare bem,só quem é sensível verdadeiramente,se indigina com isso,parabéns pelo texto! =*

Desajustada disse...

é o "achar normal, comum" o mal do século!


beijos

Antônio J. Xavier disse...

O importante é nao perder a capacidade de se indignar.
Se não deixamos de lado nossa sensibilidade, temos uma chance de mudar o mundo ao nosso redor.
Bjinhos

Paulo Leopoldino disse...

não é normal isso, mas muito se acostumaram, e finge que nada vê. é indignante, uns poucos tem muito, muitos tem pouco. a gente não pode mudar o mundo, mas mudando o nosso mundo já é um grande passo.
pior do que esse tipo de miseria, é a miseria de sentimentos. pessoas como esse senhor podem não ter nada materialmente, mas essa falta é suprida com uma alegira de viver imensa. eu já tive o prazer de conversar com uma dessas pessoas, e no final da conversa sai mais rico feliz.

:D


beiijooo meninta que me faz pensar nas coisas da vida.

Alice disse...

o pior de tudo,é que eu tb morreria de do,mas passando alguns minutos eu nem me lembraria mais!
e assim,que nos fazemos!


:*

Leila Saads disse...

E dá pra gente ajudar. Se cada um fizer um pouco que seja, o mundo pode ser um lugar melhor...


Ahh, sou sim de bsb=]

=*

Nathália disse...

Sabe, antes do "mudando de assunto", o que você escreveu me lembrou o poema do Manuel Bandeira chamado, se não me engano, O Bicho.
É impactante.

Parabéns pelo selinho!
Beijo!

A n i n h a a disse...

nossa, nem me fala
eu fico pensando o que essas pessoas fizeram pra merecer uma vida assim...
fico pensando que poderia ser eu no lugar delas, e fico pensando também no quão injusta eu sou, reclamando por problemas que são insignificantes perto dos que essas pessoas têm que enfrentar...

são coisas como essa que me fazem acreditar que o mundo está por um fio, e que as vezes seria melhor que acabasse mesmo, pra sumir com todas as desigualdades e injustiças espalhadas por aí;
é horrível pensar que a luz das pessoas se apaga cada dia mais, a cada dia mais e mais pessoas cedem e desistem da vida...
não deveria ser assim.
Também fico indignada ao ver esse tipo de coisa, me entristece muiito mesmo.

[cheega que eu escrevi demais]
post ótiimoo como sempre *--*
beijão

*>Belinha<* disse...

tem coisa que a gente vê, q sei lahj dá até VERGONHA/CULPA de a gnt ter coisas legais e reclamar as vezes =/

Gabri Ela ♥ disse...

- essas coisas apertam tanto o meu coração sabe?
e tem gente que trata isso com tanta indiferença :/
-
que saaudade eu estava daqui fofa :)
ler seus textos tão realistas me fazem um bem enorme.
já me sinto em casa aqui ^^
aain. li seu comentário tão cheio de carinho... como é bom!
obrigada pelas frequentes visitas tá?
Beeijo querida :*

Mari Vianna disse...

Err.. eu tenho um coração muito sensivel (qualquer um repara). Detesto ver essas coisas. INDIGNAÇÃO é a palavra certa. E DECEPÇÃO com esse mundo :s

não tem muito o que fazer.. ;s

um beeeijo

.Ná. disse...

Deus é tão delicado que bate com uma folha nos nossos cílios... importante ficar indignada com a situação e mais indignada ainda com o fato de não ter como mudar isso. Mas se cada um fizer a sua parte, a gente consegue melhorar um pouquinho o dia de outra pessoa.
Bjos

Vinícius Aguiar disse...

Eu confesso que também possuo a mesma indignação, inquietação e tristeza ao deparar-me com cenas como essas... e pior, sofro muito, dias seguidos, com essas coisas. Não acho que seja algo "normal" ou mesmo imutável. Creio que precisamos largar de culpar apenas os outros, o governo, e começarmos a nos mexer para tentar minimizar o sofrimento de tantos seres humanos que "vivem" em estados como esse, ou até piores!

Parabéns pelo post... beijos!

.:Noxz:. disse...

hehehhe
legalz o selo...
parabens...
Melhor amigo da noiva???
Nossa...
Vou ver se alugo pra ver entao ^^

Carolina de Castro disse...

Pior do que não ter riqueza material, na minha opnião é não ter uma riquesa espiritual. Digo de sensibilidade, amor e fraternidade.
Dificil tb é assitir a um rico senhor fazer a pior das mesquinharias. Dois opostos que se complementam.
Bjo grande