terça-feira, 10 de junho de 2008

Sinto-me com uma única asa, ontem ao anoitecer subi na janela. Tentei, tentei, queria eu poder voar para contemplar de mais perto a lua, que estava com seus encantos da fase nova. Tentei, tentei, por uma, duas, três.. seis vezes até cair no chão de exaustão. Enquanto as lágrimas caiam veio a minha cabeça aquelas palavras: “ enquanto o amor viver dentro de você só poderás voar com um outro alguém, esse que completará a falta de uma asa”. Nesse instante a dor veio se alastrando. Isso não é justo! Já havia eu visto a lua de perto na companhia da asa de um outro alguém, mas ontem eu me encontrava sozinha, não podia voar e o amor causava dor. Por fim, me senti uma mera mortal. ;*

16 comentários:

- Cah disse...

Noooossa que textinho triste...


Eu também fico triste ao ver esses acontecimentos com o mundo..
Cada dia que passa vai ficando pior....

Idylla disse...

Nanita eu te dei um selo a um tempo atras, e percebi q vc n pegou, ou n prestou atenção qndo foi ao meu blog rsrss....o selo "SOU UMA DIVA" eh seu tb lindonaa, passa la e pega, nunca eh tarde e repare no seu nome q colokei blog da nanita, ta axo q a uns 3 post abixo desse novo....bj

Vinícius Aguiar disse...

também compactuo da idéia de que sozinho ninguém consegue voar... a falta do outro, de um olhar, de um sorriso ou de uma palavra sempre será fator fundamental para que não encontremos a felicidade plena... já dizia o sábio Tom Jobim: "fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho".

Camilla disse...

Tristinho, mas bonito...
Faz a gente pensar!!

Beijoo

Thiago Selva disse...

nem sempre, apenas uma asa é o bastante...

Antônio J. Xavier disse...

Mas minhas palavras são sinceras... realmente estou me apaixonando pela sua forma de escrever vida...
O texto é triste, melancólico... mas ainda assim de uma delicadeza sem igual...
Mas o mais importante é que vc perceba... debaixo da melancolia que se instala depois da perda de algo tão bom, ficam as lembranças e os planos de vôo que não se perdem.
Quem um dia tocou a lua traz poeira de estrelas nas mãos... vc não percebeu ainda, mas pode voar sozinha.
Bjos
Antônio

sweet.cherry.pie disse...

É, sozinhos, sozinhos, tem jeito não...
Lindo, lindo texto!
Gostei muito :D

MH disse...

meu querido avô Abslão henriques VII sempre dizia:
"Tente alcançar as estrelas...talvez você nnao consiga, mas com certeza não vai terminar com as mãos sujas de terra."
É isso ai...continue tentando voar.

O Profeta disse...

Sou!? Serei apenas um desalinhado?
Pensador fugitivo ao agreste sonho
Uma pedra pensante no meio da ilha
Meio Homem, meio Arcanjo, um ser bisonho


Convido-te a navegares esta vaga de sentires


Mágico beijo

Aline Romero disse...

Ei, Nanita... Fica assim não! Tem tanta coisa linda e mágica que os meros mortais podem fazer!
E posso contar? Mesmo acompanhado, tem hora que é mais divertido tirar os sapatos e pisar bem firme numa grama molhada de orvalho. Suje os pés de areia um pouquinho. Abaixe os olhos pra contemplar a vida de uma formiga, e sinta o aroma delicado de uma flor. Se depois de tudo isso, ainda preferir voar, voe sem jamais esquecer a beleza de estar no chão.
Beijo grandanzão!

Pricila disse...

tocante hein, mas bora animar esse animo =D já vi textos mais alegres por aqui. Mas mesmo assim o texto está bonito.
beijos, ótima quinta

ALF disse...

A dor é lancinante. Quando você quer voar não consegue, seja por falta de uma asa ou pela força da gravidade, da dor. O emocional influencia em muitos sentidos. Voei muito por uns tempos, em companhia com um anjo, mas ela quebrou uma das minhas asas e partiu...
E sei o que é ficar dias e dias na terra firme, sem poder sonhar um pouco, sem estar lá no mundo de fantasias, de sonhos.
Ah menina, já te disse e repito, você tem uma coisa que brilha dentro de você que jã não vejo em muitas. Isso te faz maior, mais mulher. Essa singeleza nas pequenas coisas é que me fascina e eu vejo que tu também tens esse feitio.

Essas palavras vêm à minha cabeça também, e elas nos mostra que pra alcançar o lugar que tanto desejamos, precisamos ter esse outro alguém...

Mas ainda conseguimos voar sozinhos, e esses vôos seguem destinos que podemos alcançar, que geram pra gente lições, aprendizados, e nos mostram facetas da vida, nos ensinam...

Sei que tu aprendes a cada dia. E sei que consiguirá compreender. Também estou aqui tentando... ;)

EU SINTO que já deves estar sorrindo.

Beijos

Ariana disse...

Texto lindo, pórem triste!
Nada pior que se sentir sozinha né flor?

Beijão*

Juh... disse...

"Quem um dia tocou a lua traz poeira de estrelas nas mãos... vc não percebeu ainda, mas pode voar sozinha."

[2]

concordo plenamente...
vc já voa em sua poesia
e não precisa de ninguém mais pra fazer isso
=)
parabens linda
beijos!

Letícia Martins :) disse...

Olhaaaa. uma menina POP no blogger.
aejajeaijeiojeie ³
nos desencontramos no fotolog mais nos encontramos no blog . hehe
beijos . passa lá no meo (y)²

Aline Romero disse...

Ei, Nanita! Presentinho pra ti no meu blog!