quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Um dia a menina resolveu sair

da floresta , sentia a necessidade de conhecer o mundo a sua volta , as pessoas e os sentimentos que antes nunca havia sentido . Pegou sua mala colocou as coisas dentro .. e começou a se dirigir para a porta , foi se despedindo de cada animal , coisa que via no caminho .. Os mais velhos sentiam um aperto no (L), era normal pois aquela menina jamais havia saido daquela floresta e daqui a pouco ela se depararia com o mundo real diferente de tudo aquilo que antes ela viveu. Mas ela como sempre com um lindo sorriso no rosto dizia : - vai ficar tudo bem , eu cresci. Logo, logo estarei de volta . A preocupação aumentava pelo simples fato de que muitos deles já haviam ido para o mundo real e sabiam quão cruel pode ser as pessoas. Mas eles nao tinham o direito de dizer não aquela menina. Então ela foi. Conheceu pessoas, gostos e sabores nunca vistos. Seus olhos guardavam tudo, coisas boas , belas , mas também coisas que faziam o coração dela sangrar uma delas era as crianças que ela via nas ruas, descalças, umas deitadas no papelão outras paradas no sinal pedindo esmola. Doia muito vê aquilo, e a sua vontade era de pegar todas elas e leva-las para o seu mundo encantado. Lá elas seriam realmente o que elas deveriam ser: apenas crianças. Passando os dias, conheceu um menino, ele tinha um sorriso lindo e de cara veio le oferecendo uma coca-cola. Ela aceitou, conversaram muito . Quando ela viu a mão dele estava encima da dela , querendo se entrelaçar, sentiu uma sensação estranha parecia sentir o coração pulsar mais rapido. Um toque dos labios saiu. Passaram a tarde juntos e depois disso alguns dias , ela estava feliz muito feliz , não entendia o por que de toda preocupação dos mais velhos e chegava a achar que estes exageraram quando diziam que as pessoas são crueis, sentiu pela primeira vez o amor por um outro homem , esse que era diferente do sentimento que ela tinha pelos seres da sua floresta. Mas teve um dia em que ele não apareceu mais , foi a primeira vez que ela chorava , seu coração estava apertado , pequenino , sentia vontade de voltar pra casa. Só que tinha outro lado que falava para ele tentar mais uma vez , e foi isso que ela fez , enxugou as lágrimas e começou a andar.. com o passar dos meses ela sentia saudade de casa , do verde , pois onde ela estava o ceu nao era tão azul , a poluição dos homens ali já haviam afetado. Conheceu outras pessoas , e a ultima foi um que a fazia sorrir sempre , o encontrou nun parque de diversões ele tinha sentado do lado dela na barca , trocaram olhares, se conheceram , se beijaram , um pedido de namoro surgiu , se amaram , alias ela amou ele , mas do que aquele primeiro cara o do sorriso lindo. E um belo dia, ao passar pela sorveteria acabou por avista-lo com outra. Então , foi do ceú ao inferno em apenas um olhar. Tudo que ele havia falado era mentira, até mesmo o amor jurado .. Chorou, chorou. Gritou! Gritou! Pegou sua mala e correu pra casa . Chegando na floresta todos estavam a sua espera. Parecia que todos sentiram a sua dor. Ela deitou e chorou, chorou. Falou que eles tinham razão e que os homens são mls e nao ligam para os sentimentos dos outros. Fazem amar, mas nao sao capazes de amar. Vão embora sem dizer tchau. Traem , fazem corações sangrarem. Jurou nunca mais sair da sua floresta. Não queria mais sentir a dor. Depois das lagrimas terem saciado ela ouviu uma voz que dizia: - não precisa sair daqui para encontrar uma pessoa para dividir tudo isso , um dia ele virá até você. Será sensivel o bastante para encontrar essa floresta. E te fará muito feliz, juntos multiplicaram a felicidade , nao busque um amor. Na hora certa ele baterá na sua porta. As palavras entraram por seu ouvido e ela adormeceu.. Com a esperança de um dia ter alguém para sonhar com ela.

Será que nos dias de hoje alguém sabe realmente amar?

19 comentários:

Mary West disse...

Eu gostaria de acreditar que sim, naum quero perder nunca a minha esperança no amor e acho que a menina da floresta tb deve lutar pela dela. ;)

ALF disse...

Sabe, queria mesmo que todos pensassem assim. As vezes dói perceber que existem pessoas que banalizam os sentimentos e não dão o valor necessário, que dizem amar, mas não amam...
Isso me traz à mente imagens do que já presenciei e coisas que já me confidenciaram. Engraçado isso de brincarem com os sentimentos. Triste. Eu como já falei, tudo resulta de uma maioria da sociedade hoje que não dá a mínima aos sentimentos. Os poucos que realmente querem sentir se sentem ali meio que estranhos. Eu fico assim, sozinho no meio de uma multidão, porque tudo o que vejo é o que mais fere meu coração. Quando pensamos e temos atitudes diferentes destoamos.
Sei que essas dores, existem assim para pessoas como nós. Perdi um amor que se dizia meu amor, mas foi-se e nem deu tchau...
e pra quem voa alto, a queda é sempre mais dolorida...
Ali joguei toda minha sensibilidade, ali investi e por mim seria pra sempre. E aconteceu de ter sido jogado pra escanteio...

Não quero amar pela metade, não quero trair, quero uma companheira pra vida inteira. Não quero colecionar amores, quero um único, que perdure pela eternidade apenas. Fujo de aventuras, de tudo que não signifique nada, de todo prazer que é apenas momentâneo.
Quero sentimento, quero o intenso.
Acho que o essencial o hoje em dia é raro, e poucos compreendem.

Também vivo com essa esperança, agora voando sem rumo, como que apenas impulsionado pelas mãos do destino, que espero que me façam encontrar uma flor para pousar...

Lindo, mas me entristeceu ler isso.
A realidade é dura demais...

Camilla disse...

Sabe que eu também fico sempre pensando nisso...

Gabi disse...

Ler esse texto ao som de adriana calcanhoto foi perfeito. nossa lindo demais. parabéns
(palmas de pé)

Carol Garcia disse...

nossa que lidno !
mais em toda escuridão, ou cmainho diferente sempre tem alguém para sonhar com agente, é só agente querer difidir o caminho as dificuldades e alegrias !
mais tá liiindo .
mais cada vez seus textos tão mais liindos :]
um beeijo !

blog do dudu santos disse...

Primeiro, adoro suas fotos, o jeito de se ver, um olhar poético...o amor não acaba, tem gente que sabe o que é o amor...e você esta certa no final do texto, não precisamos sonhar, queremos é ser sonhado por alguém..."ANTES DE SERMOS REAIS SOMOS SONHADOS"
bjo do artista

Mary disse...

Nossa... q lindo! O início do texto me remete à minha história de vida: uma menina bobinha que saiu da proteção do seu lar, doce lar, e sofreu muito (e ainda sofre) pra poder encontrar o seu caminho. E sobre o amor... bem, eu acredito nele. Não como um sentimento avassalador que chega e invade e fica... mas como uma decisão diante de alguém.

Obrigada pela visita! Seu blog tb é muito agradável! Vou linka-lo ao meu, viu? Beijão!

Antônio J. Xavier disse...

Sabe... dentro e fora da floresta existem pessoas assim.
Pessoas que buscam sua bailarina...
Mulheres a buscar seu homem de sorriso lindo e carater principesco...
Uma menina a pular corda e esperando o amor chegar a galope para arrebatá-la sem medo.

O amor existe... vc só não se deparou ainda com aquele que está reservado para vc.

Mas tenha fé... sempre.

Mulheres como vc nasceram para o amor.

Sortudo do princípe que vc escolhido como o seu consorte.

Beiiijjjjoooosssss

ALF disse...

Uma linda semana pra ti

te adoro.

Idylla disse...

Nanita sou fã de seus posts...hahahaha


beijosssss meninaaaaaa

Ingridi Kroeger disse...

q lindo seu texto
*-*

beijo
Parabens pela sensibilidade moça

Janete Andrade disse...

todos os dias eu me faço essa mesma pergunta! :S
às vezes acho q esse sentimento foi banalizado, e no século XXI ninguém ama mais ninguém... :~

belo blog. ;*

seu_silva disse...

As vezes vamos longe demais por nada... mas a floresta pode ser só uma orquídea no quarto do seu silva n?

Gustavo disse...

aaaih noossa, que perfeito esse seu texto *-*
realmento no mundo de hoje o amor é um sentimento tão dolorido, difpicil falar sobre :~ vc se expressou tão bem, me sinto como a menina as vezes sabe, vivo em um mundo só meu, onde tudo é perfeito e não compreendo as preocupações e problemas alheios, mas ás vezes tudo parece tão complicado, um inferno, percebo que esse é o mundo real e não adianta me esconder porque ele vai me encurralar, sinto medo :x
ahh desculpa, não sei porque to escrevendo isso aquí, mas é que eu me vi nesse seu post maravilhosamente bem escrito :D
poosso lincar? >.<

Mustafa Şenalp disse...

çok güzel site. :)

Olirum disse...

tenho minhas dúvidas sobre o amor!
O que pode ser o melhor sentimento do mundo também pode não ser tão bom assim! Porém, quem sabe o que é o amor de verdade né?

bjs
vou te linkar

Gabi disse...

citei teu blog no meu atual post... (o de 01/09)

;***

Rodrigo Dias disse...

A única coisa que quem procura acha é chifre. O resto é tudo balela.

É só viver a vida sem muitas preocupações - ainda mais amorosas - que ela aparece. Mas tem que saber vivê-la, o que poucas pessoas conseguem.

Ah, e não são só os homens que fazem sacanagens... =P

Beijo

Anónimo disse...

sustains vacine absolute knoll helplinedrc matrix geographical requiring exit necessities panelists
semelokertes marchimundui