segunda-feira, 30 de junho de 2008

Depois de ler os comentários

do texto anterior (http://palavrasdenanita.blogspot.com/2008/06/ela-sempre-teve-sua-amizade.html) vou responder logo por aqui e acabar já tirando as dúvidas de alguns.

Primeiro que a estória do menino e da menina não tem final. A menina até chegou a pensar que pudesse escrever ela ao lado dele, mas infelizmente mais uma vez ela se pega de joelhos no chão catando os pedaços do seu coração. Ela acaba de descobrir que por causa de terceiros (ou melhor, uma terceira) não daria certo. Só que algo dentro da menina grita forte dizendo pra ela correr até o menino, olhar nos olhos dele e dizer: -eu te amo, mas esse eu te amo não é o mesmo que eu sempre te disse, não mesmo. Esse eu te amo de agora é um eu te amo de uma mulher para um homem essa que dês daquele segundo beijo não tirou você dos pensamentos. As mãos da menina estão atadas... Ela esta aqui e o menino ali. E ele nunca vai saber desse outro sentimento que ele mesmo fez surgi nela, pois a parti de hoje ela irá juntar todas as forças para pensar nele como pensava antes: apenas um amigo irmão.

Felizmente ou infelizmente, sim a história é mais real do que vocês podem imaginar..


Presentinhos:

Ganhei da Rafaellynha (http://rafaellynhaa.blogspot.com/), uma flor de pessoa, aproveito para recomendar o blogger dela, uma boa leitura! :} Obrigado! amei o carinho. ^.^


Ganhei do Vinicius (http://pensamentos-e-realidades.blogspot.com/), outro querido :) Tem exelentes textos no seu mundo de pensamentos e é mais um que eu recomendo para quem gosta de uma boa leitura. Obrigado pelo carinho :D



17 comentários:

Natália disse...

Uma pessoa só tem as mãos atadas se quiser...
Olho no olho é a única forma de se resolver os problemas. Fugir deles não resolve. Por mais que vc queira esquecer o pensamento vai manter-se e algo tão forte não vai passar. Tomar chá de realidade, as vezes só não basta. Encare os fatos e tente ser feliz ao menos uma vez. Faça por onde. Busque suas vontades. E seja feliz.

*Vou estar sempre aqui, ok?!

Paulo disse...

lembra do que eu te falei sobre super-bonder, lembra? se a menina quiser, eu tenho um pouquinho aqui pra ajudar ela colar pedacinho com pedacinho. :)

não daria certo? mas ao menos não tentaram :S e ir contra um sentimento é bobeira, por mais facil que pareça, só vai trazer dor mais pra frente.


te amo minha fadiinha
(lllllllllllllll

Patrícia disse...

Realmente Aquele texto do Jabour é de mais!!!
Adorei a historia, mas achei bems trsite... é mais dificil ir contra o amor do que aceita-lo...
Beijão

Camilinha disse...

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiii
Não creioo que é fato verídico! =´[
Mas avisa a menina que é melhor ela correr atrás dele sim antes que o destino crie uma armadilha contra eles viu!
beijooooooo

Daaia disse...

putss como essa menina tem selos
hahah

adorei aki, só que eu tenho que ler a historia neh?
ti linko e quando eu chegar em casa eu leio.. adoro ler *-*

beijinhusss

Maria Fernanda disse...

parabéns pelo selo.

bruna; disse...

que fofinho teu blog!
e, calma. eu acho que essas histórias não têm fins tão rápidos, tudo ainda pode mudar muito ^^
essa coisa de amor nunca foi fácil, né.

prazer, Bruna :)
x**

Aline Romero disse...

A história só termina quando chega o final feliz.
Um dia a menina vai estar com um sorriso lindo no rosto, dona do coração daquele a quem ama. E, talvez um dia, ela olhe pra trás e se lembre do menino, sem dor.
Talvez um dia nem pareça que o coração um dia se partiu...
Tempo ao tempo, querida!
Abração!

Maldito disse...

Várias formas de amar né,...isso sempre complica

Adriano DiCarvalho disse...

Bom, parabéns pelos selos tb. Visto os que postou aqui. Obrigado ainda pelas visitas e saiba que é muito bemm vinda lá no NOSSO LINK DIRETO. Volte sempre. Farei o mesmo.

Quanto a história, ou a estória no caso, confesso que me deixou assim... com uma peninha dela, sabe... Ter que conviver com a amizade nesses termos, enfim. Ela deve saber o que faz, senão não faria!

Bjs

Daniela Filipini disse...

perfeito post, triste, mas bonito :/
beeijo ;*

Layla Lauar disse...

Histórias assim acontecem mais vezes até do que se pode imaginar e até com mulheres não tão meninas assim...eu que o diga!

Obrigada pela visita ao meu blog..gostei de conhecer o seu e você...

beijos, dias felizes, boa sorte

Lalinha disse...

Ai, eu amei a história, apesar de triste, é linda!

Parabéns pelos selos, deve merecer!

E obrigada pela visita, é muito bem-vinda.


Beeijo!

Carol Xavier disse...

mega, mega, meeega parabéns pelo selo.
teus contos são instigantes.

P@ty disse...

Essa história já me aconteceu e agora está se repetindo

Mt legal seu lbog
Beijos

Camilla disse...

Eu achei tão linda a história....

Beijos

ALF disse...

Uma história nunca tem final se ela ainda estribilha pelos ceús estrelados.
Por maior a dor que seja, os pedaços sempre se recompõem. E depois acho que lutar contra um sentimento não parece ser a alternativa mais certa. Vai renunciar à felicidade...
Se ela queres ela pode, se há amor, o amor vence, supera.
Basta acreditar e seguir em frente.

;)
Beijos